PERSONAL | 5 MONTHS

Sorry dear followers, now I'll write only in Portuguese. See you tomorrow! Kisses! *

DIARY. 5 Meses. Precisamente na época natalicia e perto do fim de ano, encontro-me a refletir sobre tudo o que tem acontecido nos últimos 5 meses. Na verdade, já caminho para o balanço do primeiro semestre longe da minha terra natal. Parece pouco, e na verdade é. A cada dia, surge um novo turbilhão de emoções, uma nova experiência, uma nova força. Confesso que tenho pedido algures que a força seja ainda maior do que aquela que possuía anteriormente. Peço que a depressão nem chegue perto de mim, porque no fundo apenas eu sei o que está cá dentro. Este mês tem sido muito nostálgico, como já seria de esperar.
Nesta que é a minha época festiva favorita do ano, não tenho um único enfeite de Natal em casa. A minha mãe admira-se, eu estranho tal facto, o meu miúdo nem sabe o que pensa sobre isto. Temos adiado a compra de uma árvore, e hoje quando achei que a ia fazer, questionei-me se valeria a pena, afinal, falta apenas uma semana para a ceia de natal, após isso a magia acaba, e a árvore é guardada na cave. No fundo acho que isto são meras desculpas minhas, a verdade é que não estou entusiasmada com o natal, pela primeira vez na minha vida. Era sagrado ser eu a decorar a casa nesta época, a chatear a minha mãe com as rabanadas e o pão-de-lo, e a entrar em stress com as compras em cima da hora. Era, já não é mais. Eu sei que ela está triste com tudo isto, já o disse várias vezes, e eu também estou. Agora só tenho de ver o lado bom, ou tentar o encontrar! Um natal, três pessoas e um gato. Resumindo, as mesmas personagens do dia a dia nesta casa. Pode até ser divertido! Ou podemos tentar que o seja. Desta vez serei eu a fazer as rabanadas e, talvez coloque umas barbas brancas! (ehehe) Estas são algumas das consequências do caminho que escolhemos, e eu não volto atrás.


11 comments:

  1. Ha' coisas neste post que representam exatamente como me sinto, mas por acaso, como vim a casa em Portugal para o Natal, sinto-me muito mais animada com o Natal do que o costume. Ja' estou em Londres ha' 9 meses e ja' nao vinha ca' ha' esse tempo todo, portanto suponho que as minhas reacoes sejam um pouco diferentes por isso. Mas em Londres tambem nao fiz arvore de Natal. Nao tenho o mesmo espirito la', por algum motivo.

    Joana x
    When You Dream Big

    ReplyDelete
  2. Eu então sonho com o dia em que possa passar o Natal só eu e os meus dois amores, sem mais familia nessa noite, uma vez só que seja. É que por vezes faz tanta falta poder experienciar certas coisas só com aquele nucleo central familiar, e para mim faz-nos falta um Natal a três. Quem sabe se afinal até não vai ser um Natal super emotivo, super caloroso, e cheio de amor, só vocês 3 e o gato??? Que seja uma noite Mágica para ti, Ivânia.
    http://fashionfauxpas-mintjulep.blogspot.com

    ReplyDelete
  3. Ivânia, penso que todos nós sabemos o verdadeiro sentido do Natal. Mas acho mesmo que deverias colocar qualquer enfeite que alegre um pouco o ambiente e que lembre o Natal. Afinal tens uma criança em casa. Talvez assim até tu mesmo te animes, o importante é terem saúde para poder estarem juntos, mesmo que apenas parte da família. Anime-se porque as coisas poderiam estar bem pior...não estás completamente sozinha. Tens aí uma família linda e com certeza há muito amor, portanto chute a tristeza e pense que ainda há tempo para montar uma árvore sim!!!! E desmontar só dia 6 de Janeiro....Prepare as rabanadas.....e pensamento positivo sempre, para agradecer o ano que está terminando e muita motivação e sucesso em 2014. Bjs

    ReplyDelete
  4. Não me imagino sem "os meus" nesta altura, seria mesmo muito dificil estar longe, nem gosto de pensar nisso!
    Mas espero que consigam ter um bom Natal, mesmo que só vocês os três e o vosso bixano!

    beijinho

    ReplyDelete
  5. Eu também estou longe da minha família. Sei muito bem por aquilo que estás a passar.
    Mas tenho a família dele para passar o natal mas não é a mesma coisa. E já é assim à 4 anos, e ainda me custa muito.

    ReplyDelete
  6. Não me imagino sem os meus no Natal, por isso não consigo imaginar o que custa estar longe deles, mas acredito que deve ser das coisas mais difíceis. Se as saudades se fazem sentir sempre, nestas épocas festivas, que fazem mesmo lembrar a família, é ainda pior.
    O importante é que não te arrependas do caminho que escolheste, porque por mais triste que seja não ter os nossos connosco, acredito que ainda ia custar mais à tua mãe se, para além disso, soubesse que estavas arrependida. Enfeita a casa, mesmo que seja só por uma semana, se calhar vai-te fazer sentir melhor. E mesmo que ainda dê mais saudades, depressa se volta a guardar tudo na cave.
    Muita força e um beijinho grande*

    ReplyDelete
  7. És uma corajosa e muito determinada. Isso faz de ti única. Nunca deixes de lutar pelos teus sonhos, continua assim e que tenhas muita força para enfrentar sempre os desafios, de coração o desejo. Vai correr tudo bem, és uma vencedora! E estás rodeada de quem te ama e daqueles a quem amas, isso é uma verdadeira bênção!
    Não deixes, por mais que não tenhas vontade e hajam fortes razões para te deixar tristinha, de sorrir e de comemorar aquilo que te faz feliz como o Natal :) Se é como dizes, faz qualquer coisa que te traga de volta boas recordações, afinal, estás a construir o caminho novo da VOSSA vida e isso um dia será recordado.
    Um abraço forte e quentinho, beijinhos

    ReplyDelete
  8. Força minha querida.
    Nunca me canso de ler estes teus post e sobretudo de comenta-los. De le-los, porque ganhamos sempre alguma preocupação pelas pessoas que começamos a seguir :) Depois de comenta-los mais uma vez para te dizer que admiro imenso a tua força de vontade e determinação!!!

    ReplyDelete
  9. Sinto me um bocadinho assim e apesar que ir estar rodeada de gente sinto só,sinto falta dos meus!! Beijinhos Ivy

    ReplyDelete
  10. Muita força! O Natal está acima de tudo no coração e esse deve estar cheio. Bom Natal ♥

    ReplyDelete