@Portugal Fashion | Collections | Friday

FRIDAY. ALVES/GONÇALVES. O meu primeiro dia nesta que foi a 31ºedição do Portugal Fashion. Cheguei à alfândega a tempo de assistir ao desfile da  dupla de criadores Alves/Gonçalves, e confesso que fiquei surpreendida por não ver uma pinga de cor na coleção para além dos tons neutros. Por momentos, fiquei confusa. Penso sempre que é suposto existir cor em coleções de primavera-verão, no entanto não desgostei da inexistência da mesma. Cada vez mais ando na onda do preto e branco, logo, gostei de assistir a estas propostas, que ironicamente estão de luto. Talvez estejam a "homenagear" a crise. Muitos cortes, muitas aberturas e detalhes complexos em silhuetas deveras direitas. Especial atenção para o uso da seda (adoro!). Para terminar, acrescento que não é das minhas coleções favoritas, apesar de gostar imenso do trabalho dos designers. 

DIOGO MIRANDA. A melhor coleção da noite. Impossível não gostar, impossível não desejar. Já tinha admirado a coleção anterior do designer (em março), e com esta cresceu uma admiração ainda maior pelo mesmo. Diria até que a coleção salvou a noite. Presentes estiveram as sedas e rendas, em preto, coral, verde água, branco em versão champanhe, azul navy e cinzento. Num mix de linhas entre o couture, fetiche e sporty, para mulheres que arriscam com atitude. As silhuetas justas dominaram! Congrats!

FILIPE OLIVEIRA BATISTA. Não assisti ao desfile, por estar dentro do backstage nesse momento, mas vi as manequins a passaram, vi também posteriormente as fotografias do desfile. Foi uma coleção porreira. Sim, atrevo-me a dizer (bem) porreira, apenas. 

Tmcollection by TERESA MARTINS. Tentei escapar a este desfile, mas comportei-me devidamente e sentei-me para assistir à mesma. Tal como esperava, não gostei. Não consigo gostar. Não adianta. No decorrer do desfile, comentei que um chapéu ou outro, uma mala ou outra ainda podia escapar, nem torci o nariz. O melhor? A música de Tina Turner no final do mesmo. 

MICHAEL BASTIAN.  Este senhor proveniente da América do Norte optou por apresentar pela primeira vez a linha de roupa para homem, na cidade do Porto, naquela que é também a sua primeira vez a nível da Europa. Interessante não é? E saber que o designer vai trocar a produção que faz em Itália pela produção no norte de Portugal é ainda mais interessante. Seja bem vindo meu caro! Uma coleção onde reina os verdes, azuis, cinzentos, tons de rosa e ainda os alfazemas pálidos, entre o linho, ganga japonesa, seda vintage, algodões e muito mais. Uma coleção versátil e interessante, sem dúvida.

Pictures by Paulo Costa


FACEBOOK  /  BLOGLOVIN  /  TWITTER  /  LOOKBOOK  /  PINTEREST / FASHIOLISTA

9 comments:

  1. também adorei a colecção de Diogo Miranda!

    bjokas!
    ***
    www.theprincesslittlebox.blogspot.com

    ReplyDelete
  2. a trabalhar durante o dia entre confecções, tecidos e papéis foi descascando ;) dai precisar sempre retocar para a noite ;)

    ReplyDelete
  3. Não gostei da colecção de Diogo Miranda, as rachas ja cansam e de corte igual a tantos outros. Gostei de FOB, tá um bocado mais que porreira, Alves/Gonçalves tá sem sal mas já algum tempo, e BEM VINDO Michael Bastian, mas inove um bocadinho mais, oki mr?!!!!
    xoxo JoID

    ReplyDelete
  4. Também gostei bastante da colecção do Diogo Miranda . A de cima, um pouco boring .

    ReplyDelete
  5. @JoID
    Nem só de rachas vive a coleção de DM! ehehhe
    Pessoalmente não me canso dos cortes porque seguem o seu conceito, e é bastante feminino. :)

    **

    ReplyDelete
  6. Acho os vestidos da coleção Alves/Gonçalves deslumbrantes! O vestido menta e a sweat menta com as mangas prateadas são as minhas peças preferidas *.*
    xoxo, Chance to change

    ReplyDelete
  7. @Telmasofia

    O que descreves não pertence à coleção A/G mas sim a Diogo Miranda...

    ReplyDelete
  8. gostei muito deste post! não pude ir neste dia, pelo que gostei mt do teu review! :)

    ReplyDelete